Black Friday 2018: prepare o seu e-commerce

Black Friday 2018: prepare o seu e-commerce

A data da Black Friday 2018 já está marcada: 23 de novembro.

Estabelecida no calendário nacional como um dos períodos mais importantes para o varejo, a data representa uma excelente oportunidade de vendas para o e-commerce.

Porém, para que sua loja consiga aproveitar o evento de forma adequada, é importante preparar-se com antecedência. Para ajudá-lo, selecionamos para este post algumas dicas sobre como o e-commerce deve se organizar para o período. Acompanhe!

Por que investir na Black Friday?

Antes das ações práticas, vamos mostrar porque é imprescindível investir em ações para a Black Friday. Primeiro, é importante ter em mente que os consumidores brasileiros já se programam para a data. Principalmente no caso de itens de ticket médio mais elevado, é comum que as pessoas adiem as compras, aguardando as ofertas que costumam aparecer no período.

Esse interesse das pessoas significa que, invariavelmente, haverá nesse período aumento no tráfego da internet. Como o varejo online também investe forte no evento, é fácil concluir que crescem as chances de a sua loja conseguir ampliar sua base de clientes, alcançando um público diferente do usual.

Essa movimentação em torno da Black Friday tem refletido positivamente nos números do segmento de e-commerce. Para se ter ideia, vejamos os dados de 2017:

– O volume de vendas chegou a R$ 2,4 bilhões, o que representou um crescimento de 16% em relação aos volumes registrados em 2016.

– Estudo realizado pela Social Miner detectou uma mudança importante: em 2017 tivemos mais clientes novos fazendo compras na Black Friday (53%) do que recorrentes (47%). Essa é uma informação relevante, uma vez que comprova o aumento do interesse dos brasileiros pela data.

– As pesquisas mostram que a conversão das lojas é maior (o acréscimo chega a 46%) no dia D do evento, confirmando a história de que as pessoas se programam para realizar suas compras nessa época.

Se ainda tem dúvidas a respeito da necessidade de preparar a sua loja, preste atenção nesse outro dado: a despeito das dificuldades enfrentadas pelo país em 2018, os resultados do e-commerce foram positivos no primeiro semestre deste ano.

Os dados da E-bit/Nielsen indicam que o setor alcançou um faturamento de R$ 23,6 bilhões, um aumento de 12, 1% quando comparamos com os volumes registrados no mesmo período de 2017.

No caso do volume de pedidos, a expansão foi de 8% e, com isso, ultrapassamos a marca dos 54,4 milhões.

Como a Back Friday costuma turbinar os resultados do e-commerce, faz todo o sentido imaginar que a data baterá novos recordes no Brasil, beneficiando quem se organizar com antecedência.

Como preparar a sua loja para vender mais na Black Friday?

Entendida a importância da data, vale o alerta: a concorrência também está atenta à essa movimentação, então, é fundamental que você consiga sair na frente, organizar a sua operação. Vamos ver algumas questões práticas:

Planeje-se!

Pode parecer óbvio, mas muitas empresas perdem negócios no período da Black Friday porque não se planejam. É importante pensar com antecedência numa estratégia que possa tornar a sua loja mais atrativa.

Avalie com atenção o seu estoque de produtos e veja quais itens devem ser mais bem trabalhado. Não se engane, o consumidor nessa época está sim atrás de promoções. Pense nisso: o que você pode fazer para oferecer condições de preço mais adequadas no período?

Como ainda temos algum tempo até o evento, quem sai na frente consegue negociações mais vantajosas do ponto de vista financeiro. E isso vale tanto para os seus fornecedores, como para os parceiros das áreas financeira e de logística.

Outra questão que precisa ser considerada diz respeito à parte operacional. Será que a sua plataforma de e-commerce está preparada para suportar um volume maior de tráfego? Ela dispõe das ferramentas necessárias para realizar promoções?

 

Como garantir o aumento das suas vendas?

Aumentar as vendas no período da Black Friday é o objetivo principal não apenas do e-commerce, como do varejo de uma forma geral. Compreensível, uma vez que não podemos deixar de aproveitar um situação na qual as pessoas estão mais propensas à compra.

Para garantir que os seus clientes sejam bem-sucedidos nessa missão, a JET e-business está fazendo a sua parte. As equipes de TI já estão trabalhando para assegurar a estabilidade da plataforma e garantir o desempenho positivo das lojas.

Em 2018 a sala de guerra montada para o período do evento deve contar com 30 profissionais atuando no esquema 24 por 7 desde a quinta-feira, 22 de novembro, até o final da tarde de sábado.

Além de triplicar a infraestrutura da plataforma, a JET quadriplicou a base de servidores e está realizando diversos testes de desempenho, de stress e de segurança.

Essa preocupação com a data tem razão de ser: em 2017 os clientes da JET tiveram um crescimento médio acima de 60% nas conversões e um aumento de 40% no volume transacionado.

Os bons resultados foram comemorados, afinal, demonstram que os esforços para a Black Friday foram bem-sucedidos, ajudando os clientes a atender à demanda.

Please follow and like us: