Como ativar o recurso Google Avaliações do Consumidor?

Como ativar o recurso Google Avaliações do Consumidor?

Habilitar o recurso é bem simples, acompanhe o nosso passo a passo:

  1. Você precisará acessar e logar em sua conta Merchant Center. Caso não tenha ainda, basta acessar o site a seguir e criar uma: https://merchants.google.com/Signup;
  2. Já dentro, no menu suspenso haverá no canto superior direto uma opção de “Programas do Merchant Center”, clique nela;
  3. Abrirá para você a opção de iniciar os Primeiros passos bem no cartão Google de Avaliações. Ah, será necessário que você leia e aceite os termos do contrato do programa;
  4. Nesse momento, você terá que inserir o código do programa em seu site para que as avaliações possam ser colhidas;
  5. Esse último item é opcional: Você pode colocar o código do programa em seu site para que todos que o acessem possa ver a sua classificação. Se não houver interesse basta não colocar.

O último item é que exibe o selo no rodapé direito no site. O código / script deverá ser copiado e colado na loja junto do código de atendimento ao vivo.

Please follow and like us:
error

Lojas virtuais devem faturar R$ 2,2 bilhões no dia dos Pais

Lojas virtuais devem faturar R$ 2,2 bilhões no dia dos Pais

Lojas virtuais devem faturar R$ 2,2 bilhões no dia dos Pais de acordo com previsão da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Segundo a entidade, a data, que é considerada uma das mais importante para o varejo, deve ter um crescimento de 8% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

A ABComm estima que cerca de 6,8 milhões de pedidos serão realizados entre 16 de julho e 4 de agosto, com um tíquete médio de R$ 329. As principais categorias de produtos a serem buscados na data são Informática, Celulares, Eletrônicos, Materiais esportivos, Moda e Acessórios

De acordo com Mauricio Salvador, Presidente da ABComm, a data inicia o calendário de eventos importantes para o varejo no segundo semestre, e deve servir como preparação para os lojistas até o fim do ano.

“Seguindo as demais datas sazonais, o Dia dos Pais deve movimentar o faturamento do setor, mesmo que num ritmo menor do que o observado no ano passado”, afirmou.

 

Lojas virtuais devem faturar R$ 2,2 bilhões no dia dos Pais

Please follow and like us:
error

Loja virtual com integração ao MailChimp

Loja virtual com integração ao MailChimp

 

Loja virtual com integração ao MailChimp. A plataforma Loja Mestre tem integração com MailChimp para captura de e-mails e alimentação de listas.Loja virtual com integração ao MailChimp

O MailChimp é umas das ferramentas de disparo de email marketing mais famosas e utilizadas no mercado.

Ele oferece diversas opções de automação, integrações diferenciadas e até mesmo a criação de anúncios para o Facebook, Instagram e Google sem sair da plataforma.

O sistema da loja virtual está integrado para coleta de dados nas seguinte funções:

– Coleta de dados no Novo Cadastro
– Coleta de dados no formulário de contato
– Coleta de dados na assinatura da Newletter
– Coleta de dados (nome e e-mail) nos pedidos

Instruções básicas de uso:
Crie sua conta no MailChimp (inclusive tem um plano gratuito). (www.mailchimp.com.br)

Após criar sua conta no Mailchimp crie listas (lists).  Você pode criar uma lista para cada uma das ações citadas acima, ou uma só, para tudo, fica a seu critério, nós recomendamos que crie várias listas. A vantagem de criar uma lista para cada ação do usuário na loja, é a que você pode criar disparos automáticos personalizados correspondente a cada ação.

A criação de disparos automáticos você faz clicando em Campanhas (no mailchimp). Cada lista pode ter uma campanha que por consequente pode ter vários gatilhos automáticos.

Por exemplo, você pode criar uma lista para Novo Cadastro. E depois criar uma campanha para a lista novo cadastro, onde o MailChiimp envie um e-mail uma hora após o cadastro com um texto de agradecimento, um e-mail após 2 dias apresentando melhor sua empresa, até mesmo com imagens da sua loja, um e-mail após 5 dias com um cupom de desconto…. Você pode criar estes gatilhos de acordo com cada lista.

A Loja Mestre não presta suporte para serviços de terceiros! Portanto não peça suporte ao uso das ferramentas do MailChimp em nosso suporte.

Loja virtual com integração ao MailChimp

Please follow and like us:
error

O QUE É VOCÊ QUER DE UMA LOJA VIRTUAL?

O QUE É VOCÊ QUER DE UMA LOJA VIRTUAL?

Pensamos muito e criamos um sistema de loja virtual que prioriza as necessidades reais sem frescura e que é extremamente prática e fácil de utilizar. Então buscamos identificar tudo que um lojista quer de uma loja virtual e incluímos isso como algo básico em nossa plataforma de e-commerce.

O QUE É VOCÊ QUER DE UMA LOJA VIRTUAL?
O QUE É VOCÊ QUER DE UMA LOJA VIRTUAL?

Aparência

  • – Layout responsivo
  • – Vários layouts gratuitos
  • – Edição de css no admin
  • – 5 posições de banner
  • – Funcionalidades para SEO
  • – Funciona no celular
  • – Campos grandes
  • Funciona perfeitamente no celular

Produtos

  • – Até 5 Fotos com zoom
  • – Vídeo para produto
  • – Tamanhos e cores
  • – Filtros de navegação
  • – SEO otimizado e validado
  • – Geração de Sitemap
  • – Atributos adicionais

Checkout

  • – Opção de cadastro simplificado
  • – Campos grandes e organizados
  • – Processo limpo e fácil
  • – Pagamento sem sair da loja
  • – Telas limpas e com foco na compra
  • – Pagamento com cartão ou boleto
  • – Carrinho abandonado
  • Cálculo online dos correios para PAC e SEDEX
  • Principais meios de pagamento do Brasil

Administração

  • – Venda no atacado
  • – Cupons de desconto
  • – Aniversariantes
  • – Cupom de desconto por produto
  • – Regras de frete
  • Cálculo online dos correios para PAC e SEDEX

Outros

  • Evolução constante, desenvolvimento contínuo
  • Suporte eficiente e ágil
  • Segurança e estabilidade
  • SSL em todas as lojas
  • lojas instaladas diretamente no domínio do cliente
  • Utilização de servidores dedicados
  • Boa indexação nos sites de busca

 

Oferecemos tudo que é essencial para uma loja virtual funcionar, de forma fácil e prática.

Consulte nossas plataformas:

https://www.shop4you.com.br

https://www.lojamestre.com.br

https://www.mobius.com.br

Você deseja mais dicas sobre loja virtual? acesse esse link: dicas sobre loja virtual.

Please follow and like us:
error

Monte sua loja virtual para venda no atacado

Monte sua loja virtual para venda no atacado

A Plataforma de e-commerce da Loja Mestre é realmente completa e profissional. Com centenas de recursos e com módulo específico para vendas no atacado.
Com a plataforma de e-commerce da Loja Mestre é possível que você Monte sua loja virtual para venda no atacado.

Recursos e ferramentas importantes para uma loja virtual para atacado

Você pode trazer sua empresa mesmo que você venda no atacado para o e-commerce.  Nossa plataforma possuí diversas funcionalidades específicas para você poder realizar vendas no atacado via e-commerce. Nosso sistema permite que você tenha preços diferenciados para vendas no atacado, vinculado com valor de compra mínimo.  Você pode configurar preços diferenciados, ou seja, margem diferenciada por produto ou de forma global. Os preços diferenciados, ou os preços de atacado não são exibidos a todos os visitantes. Existem várias regras que podem ser combinadas até você conseguir adequar uma boa politica comercial na loja.

O que é importante para uma loja virtual para atacado?

  • Permitir ao mesmo tempo clientes com perfil de atacado e varejo
  • Vincular valor de compra mínima de acordo com o perfil do cliente
  • Permitir aplicar desconto por produto ou global para o perfil de atacado
  • Permitir ou ocultar ao o cliente escolha no ato do cadastro qual seu perfil (atacado ou varejo)
  • Bloquear ou não o cadastro de novos clientes que escolherem o perfil Atacado no ato do cadastro até sua moderação
  • Só exibir o preço de atacado quando o cliente com perfil de atacado estiver logado
  • Limitar o cadastro somente a empresas (com CNPJ)
  • Opção para exibição de preços somente para usuários cadastrados e logados

O módulo de atacado B2B está disponível em todos os nossos planos SEM custo extra.

Além dos recursos acima temos também a possibilidade do produto ter uma quantidade mínima de compra, o que é muito requerido por lojas virtuais atacadistas.

 

Saiba mais em: https://www.lojamestre.com.br/loja-virtual-para-atacado.asp

Please follow and like us:
error

Sugestões e dicas para loja virtual

Sugestões e dicas para loja virtual

Muitos lojistas tem nos procurado para solicitar dicas e orientações. Sempre que possível tentamos auxiliar os lojistas para que estes consigam obter melhores resultados em suas lojas virtuais.

Então com o objetivo de que algumas destas orientações cheguem ao maior número de lojistas, resolvemos colocar em um boletim algumas dicas muito válidas para os nossos lojistas.

Divulgação loja virtual:

Desde o final do ano passado os custos de divulgação dispararam de uma maneira absurda. Até mesmo para nós! Notamos que os custos do Google Adwords praticamente triplicaram em muitas palavras chaves. Neste sentido damos duas dicas:
1) Evite palavras chaves mais concorridas, recomendamos que utilize palavras chaves mais específicas. Por exemplo: “loja virtual de roupas” é um termo concorrido, então utilize “loja virtual de roupas femininas em Curitiba”. Com certeza a segunda palavra chave será muito menos concorrida e portanto muito mais barata.
2) Anuncie no Bing ADS, que é o concorrente do Google. É menos utilizado, menos concorrido e mais barato. Para nós o resultado tem sido muito interessante. Traz um terço de visitantes (se comparado ao Google) a um custo de 1/10 do Google Adwords.

Já ouviu falar em “Influenciadores digitais”? São os antigos bloggers, que agora também são os Youtubers. São pessoas que tem blogs, canais de youtube, muitos seguidores em redes sociais. Tentar parcerias com estes influenciadores para que estes ajudem a divulgar sua loja, marca e produtos dá muito resultado. Obviamente o resultado irá depender do número de seguidores que este influenciador possuir. Tente sempre que possível vincular os anúncios com links para sua loja virtual, isso é de absoluta importâcia, pois gera links externos válidos que são importantíssimos para a indexação de sua loja virtual.

Em termos de SEO, temos trabalhado muito na melhoria da plataforma, isso é algo constante. No mês de maio/2018 foram realizadas novas alterações e novas melhorias. Juntos com novos templates mais focados na navegação via mobile, podemos afirmar que a plataforma está “show” neste sentido. Só dependendo do trabalho correto no cadastro de produtos. Com nome do produto amigável, nome da imagem do produto contendo o nome do produto, descrição do produto longa, caprichada e sem copiar 100% de outro site.

Aparência loja virtual:

A aparência da loja é essencial. A primeira impressão é a que fica. Sabemos como é complicado trazer um cliente para a loja, e quando você traz o cliente é necessário cativar, conquistar o cliente. E isso se faz com uma loja bem apresentada, bonita, organizada.

Pedimos aos lojistas que pensem com carinho, utilizem cores bonitas que combinem, cadastrem banners bonitos, bem feitos, bem trabalhados. Preparem imagens de produtos bonitas com boa resolução e tamanho. Vocês sabiam que a loja permite aumentar a imagem dos produtos na vitrine?

Neste anos adicionamos pelo menos 4 layouts gratuitos de loja muito bem pensados e trabalhados, com atenção especial para o mobile. Então os lojistas tem total condição sem necessidade de fazer nenhum grande investimento para ter uma loja bonita e moderna.

Infelizmente temos visto algumas lojas, sem produtos na frente de loja, com produtos na frente de loja com estoque indisponível, com banners com tamanhos alternados gerando espaços em branco, banners horríveis que parecem ter sido feitos por uma criança no paint. Qual é a impressão que o cliente vai ter ao entrar na loja?

No começo do ano preparamos até uma pacote de serviços de layout: adequação da logomarca, troca de template, customização de cores no CSS, mais 3 banenrs por R$ 500,00. Para ajudar os lojistas, um custo MUITO acessível para deixar a loja com um aspecto profissional e que transmite aos clientes justamente uma primeira impressão adequada.

SSL / Site seguro:

No começo deste ano o navegador Chrome e outros navegadores começaram a exibir se o site é ou não seguro. Quando a navegação ocorre em HTTPS (reparem no S) o navegador considera a navegação segura. Quando a loja é acessada só via HTTP (sem o S), os navegadores começaram a dizer que o site não é seguro.

Todas as nossas lojas possuem o SSL o que permite a navegação em modo HTTPS, ou seja, site seguro. Normalmente quando o cliente iniciar o cadastro ou chega até a tela de login, se o cliente estiver em http, nós o redirecionamento para https. Contudo recomendamos que a navegação seja sempre, desde o ínicio em https.

Nas lojas novas, criadas este ano, todas estão operando assim. Se sua loja ainda não está operando sempre em modo https, você pode solicitar esta alteração pelo nosso suporte. Não tem custo.

Infelizmente não podemos lançar essa configuração em todas as lojas como padrão, e por isso solicitamos aos lojistas que a desejarem que nos informem. Infelizmente alguns ERPS mais antigos não possuem suporte para conexão HTTPS por padrão, então aplicar isso em todas as lojas poderá gerar problemas.

Recuperação de carrinhos abandonados:

Em março deste ano disponibilizamos um recurso adicional que permite ao lojista ver os clientes que chegaram até a página de pagamento, mas não concluíram a compra, não chegaram a realizar o pagamento.
E com apenas um cliente é possível enviar um e-mail a esse cliente, convidando a retornar a loja e concluir a compra.
muito prático, é um recurso fantástico que poucos lojistas estão utilizando. Para ajudar os lojistas e incentivar uma melhor administração da loja, oferecemos um teste deste recurso durante todo o mês de julho sem custos e sem compromisso.

Enfim espero que algumas destas dicas e sugestões, possam de alguma forma auxiliar os lojistas.

Sugestões e dicas para loja virtual

Please follow and like us:
error

Guia Loja Mestre para marketing digital

Guia Loja Mestre para marketing digital

Guia Loja Mestre para marketing digital

O mercado de e-commerce é muito dinâmico e novas soluções são criadas e oferecidas quase que diariamente.  Muitas destas novas soluções são destinadas a divulgação de lojas virtuais. É uma verdadeira enxurrada de ofertas de serviços de divulgação que muitas vezes são acompanhadas de “promessas milagrosas” de sucesso e resultados, algumas até são verdade, porém recomendamos sempre manter o pé no chão.

Neste texto iremos abordar pelo menos 10 meios de divulgação existentes no mercado atual. Recomendamos muito a leitura e compreensão deste assunto, independente do tamanho de sua loja virtual.

Aliás em relação ao tamanho de sua loja virtual e seus objetivos é importante você ter em mente que você não é obrigado a fazer todas as divulgações citadas neste texto.  O que é necessário é que você saiba quem é seu cliente, e qual é o seu mercado e assim traçar uma melhor estratégia para alcançar o seu cliente. Nem todas as ações descritas neste texto poderão ser úteis para o seu cliente / mercado.

Nos primórdios do E-commerce no Brasil

A Loja Mestre foi fundada em 2007, porém já atuamos com e-commerce desde 2000.  Quando começamos a trabalhar com e-commerce no ano de 2000, existiam apenas quatro coisas a se fazer em relação ao marketing:

1) mail marketing:  era muito simples, anti-spam era algo muito simples, a taxa de abertura de e-mail era na casa de 20%, sem ter que se fazer dezenas de configurações de SPF, DKIM,  manter IP limpo.

2) indexação orgânica: as regras de SEO ainda eram muito simplórias e principalmente a concorrência era quase nula. Era muito fácil você conseguir colocar seu site na primeira página do Google, Yahoo.

3) comparadores de preço: se resumia basicamente a Buscapé e outros dois menores que não existem mais, se não me engano foram até adquiridos pelo Buscapé.

4) links patrocinados: era muito mais barato, mesmo uma palavra concorrida, custava  poucos centavos, existiam poucos concorrentes, não é a loucura que é hoje, também não existia nada de remarketing.

Naquela época, era tudo muito mais simples, mais fácil e mais barato. O próprio lojista tinha plenas condições de gerenciar tudo com pouco investimento, pouco conhecimento e pouco tempo.

E esta é a grande questão que abordaremos ao final do texto. Até onde é possível administrar a divulgação da loja sem necessitar de um apoio profissional. E abordaremos todo este cenário de forma isenta, pois não oferecemos este serviço de divulgação das lojas virtuais.

 

Cenário atual de divulgação para lojas virtuais

Como já citado anteriormente hoje o leque de opções em termos de divulgação é muito mais amplo, porém o mercado também é muito mais competitivo e complexo.

Iremos citar vários pontos importantes em termos de divulgação. Nenhum ponto é essencial e vital, contudo todos têm a sua importância. De acordo com o tamanho de sua loja virtual e suas aspirações, considere cada ponto como importante e tente executar o máximo de atividades possíveis, dentro de suas condições e possibilidade de tempo e investimento.

É algo certo que lojas virtuais que tem grandes pretensões ou já são “grandes” trabalham a maioria dos pontos abaixo de forma no mínimo satisfatória.

Se você está começando, não se assuste, trabalhe dentro de suas possibilidades, mas tenha em mente que quanto mais for feito maior é sua chance de sucesso.

Meios de divulgação e atração de clientes

1) Indexação orgânica:

Basicamente é aparecer nos resultados dos sites de pesquisa (Google e Bing) sem pagar. É o santo graal do marketing digital.

Para se conseguir uma indexação orgânica muito boa é necessário ter um bom SEO em sua loja virtual. SEO quer dizer Search Engine Optimization, ou seja, o site ser otimizado para ser bem visto e quisto pelos buscadores.

Na plataforma Loja Mestre, este assunto sempre foi tratado com muito carinho e é uma preocupação constante de nossa equipe: “estar atento às novas exigências propostas pelos robôs dos buscadores”.

Isso é um tema complexo e de atenção constante, porém não adianta fazermos a nossa parte se o lojista não fizer a sua.  Em termos de indexação orgânica citamos que é muito importante por parte do lojista:

  • Nome do domínio curto e de preferência condizente com o seu negócio (é muito bom quando se tem a palavra chave no nome do domínio);
  • Nome dos produtos que reflitam o nome do produto o qual o consumidor conhece o produto;
  • Nome da imagem do produto igual ao nome do produto;
  • Descrição do produto detalhada na página do produto;
  • Link externos válidos apontando para o site (quanto mais melhor);
  • Tempo de vida (domínios antigos) e disponibilidade do site (sempre no ar);
  • Geração constante de sitemap (pelo menos uma vez por semana);
  • Utilização plena do Google Search Console (antigo Google Webmasters);

Existem empresas que fazem análise de SEO, mas sinceramente isso não é tão necessário em nossa plataforma. Automatizamos muitos aspectos relacionados ao SEO e cuidamos de todo código para que seja bem visto. O lojista seguindo os passos acima é um bom começo.

Obviamente se estiver em um mercado muito concorrido e for um domínio novo, nem mesmo contratando uma empresa especialista em SEO a loja terá um posicionamento excepcional no primeiros seis meses. Este é um trabalho a longo prazo. Só para se ter ideia são dezenas de fatores que são analisados para posicionar um site na indexação do Google.

Cito inclusive que recentemente adicionamos novas exigências em termos de SEO como microdata, tag href lang, novo padrão de sitemap. E nossa plataforma tem integração com Google Search Console.

2) Links Patrocinados (Google Adwords, Bing Ads)

Se a sua loja virtual é nova, e você ainda não tem um bom posicionamento na indexação orgânica, será essencial você atuar com links patrocinados para aparecer nos resultados de pesquisas nos sites de busca.  Links patrocinados funcionam mais ou menos da seguinte maneira:

  1. Você cria uma anúncio com algumas palavras e colocam o link para sua página
  2. Você determina quais as palavras chaves (são as palavras que os consumidores digitaram na pesquisa) e define um valor de lance para cada palavra, por exemplo: R$ 0,35
  3. Você determina quanto você quer investir por dia

Isto é um exemplo bem simplório, existem dezenas de opções como formato do lance, formato do anúncio, locais de exibição do anúncio. Inclusive existem cursos gratuitos na internet que ensinam as técnicas básicos e mais comuns.

Em relação aos investimentos necessários, novamente deixamos claro que cada caso é um caso, o que é bom para uma loja pode não ser bom para a sua loja virtual, então que faremos é uma sugestão.

O quanto investir por mês? Podemos adiantar  que investimentos mensais inferiores a R$ 500,00 podem dar muito pouco resultado, explicando: R$ 500,00 / 30 dias = R$ 16,66 por dia.  Se considerarmos o clique a R$ 0,35, isso resultaria em aproximadamente 48 cliques por dia.

Uma taxa de conversão média (varia muito do segmento que você atua) gira em torno de 120:1, ou seja, a cada 120 visitas uma venda.  Reforço que cada caso é um caso, cada loja tem suas particularidades, mercado, etc. A taxa de conversão poder ser muito melhor, já presenciamos casos de taxas de 35:1.

Mas voltando ao assunto,  você teria aproximadamente um custo de R$ 42,00 para gerar uma venda. Novamente, isso é um exercício hipotético, taxa de conversão, custo por clique, irão variar muito de acordo com seu negócio. Existem inclusive técnicas de palavras chaves para diminuir o custo do clique, evitando concorrência. Também temos de considerar o remarketing que faz a taxa de conversão a longo prazo diminuir (abordarei remarketing mais a frente).

Enfim, links patrocinados é algo que hoje em dia é muito complexo, e se muito bem administrado e gerenciado pode dar resultados fantásticos e se mal administrador pode virar um saco sem fundo.

Peço a atenção aos lojistas quanto à utilização do Bing Ad. Em muitos casos você poderá ter ótimos resultados no Bing Ads, por ser menos utilizado ele é menos concorrido e custo de divulgação poderá ser metade do que é cobrado no Google Adwords.

 

3) Redes Sociais

Estar presente nas redes sociais hoje em dia é essencial.  Você pode atuar com postagens periódicas sem investimento em “impulsionamento” ou com investimento, impulsionando a visualização de suas postagens. Isso principalmente no Facebook.

O que é importante é montar uma rede de contatos e postar periodicamente seus produtos e também permitir que consumidores que visitem seu site façam o compartilhamento de produtos que eles “curtirem” em suas redes sociais, e isso é muito legal, é propaganda gratuita com indicação o que dá muito resultado.

Então crie contas em Facebook, Instagram, Twitter, Google+ e faça postagens periodicamente (pelo menos 3x semana). Destaco ainda que em termos de indexação orgânica isso também é avaliado e influência no desempenho da indexação do site. Especialistas em SEO apontam que a presença em redes sociais funciona praticamente como links externos válidos.

A plataforma Loja Mestre tem nas páginas de produto configurações especiais para permitir um compartilhamento de produtos de forma muito atraente, onde é exposto imagem, descrição, preço e link do produto. E não somente o comum botão curtir presente na maioria das plataformas. Também dispomos de um Feed em XML que permite a exportação dos produtos para o catálogo de produtos no Facebook.

4) Marketplace

Marketplace é a moda do momento. Vale a pena? Sinceramente é algo que não temos como avaliar, porque os custos de comissão são elevadíssimos e talvez seja bom somente para quem tem um markup alto.  Alguns marketplaces estão cobrando até 20% de comissão sobre a venda, e ainda é necessário contabilizar o contar o custo da operação em si do marketplaces envolvendo custos de integração.

Obviamente existem pontos positivos e pontos negativos a serem observados:

Positivos: não tem custo de divulgação já que a divulgação é feita pelo marketplace e seus produtos acabam tendo uma alta visualização.

Negativos: comissão sobre a venda e custos de integração, desvalorização de sua marca (o cliente não conhece a sua loja, afinal ele comprou do marketplace e não de você).

Eu acredito que nos próximos anos o mercado de marketplace irá mudar um pouco, aliás já está mudando, alguns marketplaces estão criando centros de distribuição no qual o lojista terá que armazenar os produtos que venda (no marketplace) no centro de distribuição do marketplace. Isto tem dois objetivos claros, evitar vendas sem estoques o que ocasionaram muitos problemas com clientes e vendedores/empresas sem preparo.

Essas mudanças obviamente irão tornar o marketplace em si mais seletivo, não permitindo que qualquer empresa como é hoje exponha seus produtos nos marketplaces. Isso nós prevemos já a muito tempo, o “boom” do marketplace foi uma corrida desenfreada que fez centenas de lojas aderirem o marketplace, porém muitas estavam despreparadas e desorganizadas e ocorreram milhares de erros de entregas erradas, entregas não realizadas, etc.

Isso com certeza gerou prejuízos milionários aos marketplaces, que irão uma hora ou outra ter que rever suas políticas e práticas.  A criação destes centros de distribuição apontam justamente para essa mudança, assim como um critério muito maior no cadastro de novos participantes.

A plataforma Loja Mestre tem integração direta com o Mercado Livre e integração com o HUB2B que é um hub de integrações e permite a integração de seus produtos com os melhores marketplaces do mercado nacional.

 

5) Email Marketing

Quando falamos de e-mail marketing, deixo claro que é no sentido de manter uma relação com os clientes de sua loja, ou pessoas que se cadastraram para receber novidades e ou ofertas de sua loja.

Jamais indicaremos ou sugeriremos a prática de SPAM ou Bulk Mail. Comprar listas de e-mail na internet e enviar indiscriminadamente e-mails a milhares de destinatários, isso é algo inaceitável hoje em dia e cria uma má reputação a loja virtual. Sem contar que o alto custo de envio (de forma correta) inviabiliza isso.

Recomendamos que sua empresa envie apenas um e-mail por semana a seus clientes. Não recomendo dois ou três e-mails por semana, além de se tornar irritante será oneroso em relação custo x benefício. Obviamente em alguns casos, como lojas de atacado pode ser interessante enviar e-mails com uma frequência maior, mas são casos isolados, uma loja de varejo, um email semanal está excelente.

Para se enviar e-mail marketing hoje em dia, é necessário ter um serviço específico de envio de e-mails. Não se pode enviar e-mails em lote por uma conta normal de e-mails, praticamente todos os servidores normais, inclusive o da Loja Mestre possuem regras que bloqueiam isso a fim de evitar que os IPS e a reputação do servidor sejam prejudicados.

Estes servidores adequados de envio de e-mail, também conhecidos como servidores SMTP possuem configurações especiais e ferramentas especiais para tal tarefa, assim como uma equipe dedicada e especializada para acompanhar estes envios.

Hoje existem dezenas de empresas especializadas em envio de e-mail marketing e centenas de agências que prestam estes serviços. Empresas como,  Akna, RdStation, MailChimp, ElasticEmail, ALLIN, SendGrid, são exemplos de empresas conceituadas neste segmento. Se você for contratar alguma agência para fazer as artes e configuração do serviço provavelmente a agência de marketing irá indicar uma plataforma de envio que já esteja mais acostumada.

Em relação ao desempenho e resultados no envio de e-mail marketing a taxa de abertura de e-mails de uma lista boa e válida de e-mails, como seria de clientes reais de sua loja e envio de forma correta, gira em torno de 10%~20%. Destes 5% ~8% clicam nos e-mails e vão para o site.  Em uma lista não tão boa, por exemplo uma lista mais antiga de clientes, esse número cai facilmente pela metade, talvez já nem se justificando mais o envio pelos custos. Por isso insistimos que o e-mail marketing deve ser feito somente para clientes reais.

Hoje são tantas configurações necessárias para se manter uma estrutura de envio de e-mail marketing eficaz que é impossível um lojista sem um conhecimento técnico no mínimo mediano realizar isso. Sem contar no trabalho e conhecimento para se montar e-mails / artes eficazes e atraentes.

Se o lojista não quer gastar muito e tem certo conhecimento recomendamos que procure serviços como ElasticEmail, MailChimp ou SendGrid. Se você achar difícil utilizar qualquer um destes, recomendo que contrate uma agência para fazer o trabalho, pois estes  são os mais fáceis.

A plataforma Loja Mestre permite que o cliente cadastre seu e-mail para receber novidades na frente de loja, assim como exportação destes emails por parte do lojista via administração.

6) Remarketing

Uma vez que o cliente tenha entrado em seu site, seja por onde for que ele tenha vindo, é extremamente importante se fazer ser lembrado após ele sair do seu site. Por “N” motivos ele pode ter saído do site sem ter realizado a compra. O remarketing irá exibir anúncios de sua loja para esse cliente quando ele estiver navegando em outros sites, como sites de notícia por exemplo.

Basicamente existem três sistemas de remarketing:

  • Google Adwords
  • Bing Ads
  • Facebook Remarketing

O funcionamento do Google Adwords e Bing Ads é muito semelhante, as funções são praticamente as mesmas e funcionam como um novo anúncio com público alvo definido dentro da plataforma. A exibição dos anúncios normalmente irá ocorrer em sites da rede de display parceira da plataforma.

O Facebook irá exibir anúncios seus previamente configurados dentro do próprio facebook para o cliente em sua navegação.

Google e Bing possuem uma rede muito mais vasta, podendo exibir seus  anúncios de remarketing dentro de sites de notícias, blogs, serviços de e-mail, etc.

O remarketing é importante porque ajuda a aumentar a taxa de conversão, além de fortalecer a presença de sua marca. Particularmente acreditamos que o remarketing é mais eficiente que muitos meios de divulgação, na relação custo vs. benefício, e principalmente  que a taxa de conversão melhora muito quando aplicada.

A plataforma Loja Mestre permite inclusão das tags de monitoramento tanto do Google Remarketing quanto do Facebook Remarketing direto na administração da loja.

 

7) Recuperação de carrinhos abandonados

Imagine o seguinte cenário, depois de todo trabalho de divulgação já citado nos tópicos anteriores o cliente chega a sua loja, coloca produtos na cesta, faz o seu cadastro mas então, toca um telefone, ou ele precisa atender alguém e não conclui a compra. Ou até mesmo bate uma indecisão e desiste de comprar. Isso não é algo muito incomum. Porém o nosso sistema, já identificou esse cliente e sabe que ele estava no processo de compra, contudo não concluiu a compra.

Não seria legal poder enviar um e-mail para esse cliente e lembrá-lo de concluir a compra? Nosso sistema permite isso! Permite que você veja os clientes que abandonaram o carrinho, e lhe envie um e-mail convidando os a concluir a compra. Este é o módulo de carrinhos abandonados da Loja Mestre.

Existem outras ferramentas externas como CartStack e ShopTarget (ShopBack) que fazem algo muito parecido.

Destacamos o ShopTarget, que permite que sejam enviados uma sequência de e-mails com intervalos (1 hora, 1 dia, 3 dias, 7 dias) para o cliente que visitou sua loja, e em alguns casos que seja enviado e-mail, mesmo quando o cliente não tenha deixado o seu e-mail na loja, e isso é sensacional. Obviamente tudo tem seu custo, este serviço apesar de estar integrado na nossa plataforma possui custo extra da ShopTarget.

 

8) Comparadores de Preço

Antigamente era essencial, hoje não é mais tanto, mas para alguns segmentos ainda é muito útil.

Buscapé que outrora foi líder de mercado, se tornou um marketplace com back-office próprio, o que acabou sendo um tiro no pé (no nosso entendimento). Ainda existem comparadores mais clássicos como JaCotei, Zoom, que podem ser boas alternativas.

Destaco no entanto o Google Shopping, que exibe seus resultados nas buscas e tem oferecido ótimos resultados. É uma alternativa muito válida, apesar de ser um pouco complexo o cadastro de produtos (atender todas as exigências de cadastro do Google Shopping) o Google Shopping é muito interessante, até pelo fato que essa dificuldade acaba por limitar muito a concorrência.

A Loja Mestre possui geração do XML de ofertas do Google Shopping no padrão exigido.

9) Influenciadores digitais

Blogueiros, Youtubers e até mesmo artistas que produzem postagens utilizando produtos em suas redes sociais, podem ser denominados influenciadores digitais. Esta  modalidade já existe a muito tempo, embora nos últimos anos tenha se tornado mais aberta e clara, e até mesmo mais acessível.

Para lojas virtuais que atuam em nichos de mercado, sem dúvida esta modalidade de divulgação é muito útil e muito eficaz. Os jovens de hoje são muito mais digitais que os de outrora, e converse com um jovem e pergunte se ele conhece alguns youtubers e blogueiros, facilmente ele irá citar vários, que ele acompanha e ou assiste seus canais.

Quando um influenciador digital faz uma referência a um determinado produto, marca, loja virtual, dependendo do volume de seguidores deste influenciador, espera-se que a loja virtual receba um grande volume de acessos. E acredite isso ocorre na prática.

10) Canais de atendimento

A internet é ágil, e muitas vezes as pessoas não tem muita paciência para esperar. Tudo deve ser dinâmico, inclusive o atendimento. O consumidor anda muito exigente, devido a grande oferta.

Então é inadmissível uma empresa dentro do horário comercial demorar 2 dias para responder um simples e-mail. E quando falamos de e-commerce, temos que lembrar que muitos consumidores são movidos pelo impulso, logo dispor de canais de atendimento em termo real na sua loja virtual faz muita diferença.  Dentro deste contexto sugerimos:

  • Utilização de chat de atendimento online e que fique online no horário comercial (tem vários gratuitos como JivoChat, FreshDesk e vários pagos muito bons como Zendesk, Talknow).
  • Telefone e e-mail no topo e rodapé do site

O que também pode ser feito:

  • Número Whatsapp para atendimento (existe um programa chamado Franz que permite você utilizar o computador para atender via whatsapp, o que sem dúvida é mais prático)
  • Integração de atendimento com redes sociais, por exemplo o JivoChat tem integração com o messenger do Facebook, onde as conversas de lá são administradas via JivoChat o que facilita muito.
  • Números VOIP permitem que você tenha números fixos em várias localidades do Brasil e atenda eles todos via internet na sua sede. O custo é bastante acessível,  em torno de R$ 30,00 por número fixo. É uma boa alternativa para conquistar clientes.

 

Se você já tiver um certo volume de atendimentos invista em um sistema de CRM com geração de chamados, o que irá facilitar muito o controle de sua equipe.

Outra preocupação muito importante é quanto a sites de reclamação, hoje temos praticamente um site que domina o mercado que é o Reclame Aqui. Mantenha sempre sua reputação alta, responda rápido e de preferência tente atender os clientes, mesmo que você tenha prejuízo, muitos clientes pesquisam lá antes de comprar.

Algo que também é muito importante e acredite alguns lojistas não fazer é a alteração de status dos pedidos na loja.  Quando se altera um status de pedido na loja o cliente é automaticamente notificado por e-mail que seu pedido está sendo trabalhado. Também quando é inserido o código de rastreamento da encomenda na tela de venda, o cliente também é notificado. Isso reduz muito a incidência de chamados e atendimentos na loja.

A plataforma Loja Mestre permite inclusão de códigos de sistemas de atendimento ao vivo de sua preferência direto na administração da loja.

11) Layout da loja virtual

Não adianta absolutamente nada todo o trabalho citado anteriormente citado e todo investimento realizado nas divulgações se sua loja virtual não estiver com layout adequado e preparado.  Não achamos necessário repetir a importância de um layout adequado, será como vou chover no molhado, basta dizer que a primeira impressão vale MUITO, e ela está diretamente ligada a taxa de abandono.

Alguns erros muito comuns neste ponto:

  • Logomarca não se integra com layout com harmonia
  • Banners feitos por amadores que destoam totalmente da identidade da loja
  • Utilização de paleta de cores que não harmoniza
  • Tamanhos e padronização de imagens de produtos

Outro ponto que hoje em dia é essencial e é uma boa visualização em smartphones, ou seja, layout responsivo.

Desde o final de 2016 todos os layouts da Loja Mestre são responsivos. Inclusive a Loja Mestre poderá customizar sob-demanda layout desktop e mobile. A Loja Mestre também oferece serviços de customização de layout completo ou somente confecção de banners e ajuste de cores no site.

Análise de resultados

Fazer tudo isso acima sem analisar os resultados, sem mensurar qual divulgação está sendo eficaz e possui taxas de rejeição aceitáveis é praticamente insano.

Utilize ferramentas como o Google Analytics (recomendado) para mensurar visitas e origens em sua loja. Nos relatórios você pode analisar de forma clara informações como:

  • origens / campanha
  • taxa de rejeição
  • tempo médio no site
  • dispositivo (desktop, tablet, mobile)
  • número de páginas que navegou
  • taxa de conversão de sua loja virtual

A Loja Mestre tem integração com o Google Analytics inclusive no módulo e-commerce que permite até analisar qual a taxa de conversão por campanha / origem.

 

Conclusão

Acreditamos que a lista acima de modalidades de divulgação é bem ampla e compreende a grande maioria de soluções digitais disponíveis hoje em dia. E o nosso objetivo é orientar o lojista de uma forma clara sobre as possibilidades e caminhos a seguir.

Já dissemos lá no começo que não existem nenhuma regra ou receita absoluta a seguir e nem uma ou outra divulgação que seja obrigatória para uma loja virtual. Cada loja virtual é única, tem que ser analisado seu público alvo, seu mercado, seus concorrentes.

Talvez possamos afirmar que o meio de divulgação que mais se aproxime de uma unanimidade em torno de sua necessidade e obrigatoriedade seria a indexação orgânica. Porém os demais meios não podem se enquadrar nesta mesma situação.

Como afirmamos no início do texto, quanto mais se conseguir aplicar na divulgação, maior será a chance de um resultado positivo, e quem não divulga não é visto.  Ainda neste contexto e voltando ao cerne da questão: divulgar é essencial, fato.

O investimento em divulgação supera em muito o custo mensal da mensalidade de uma loja virtual.  Muitos lojistas não enxergam isso e querem economizar onde não se deve. Economizar na profissionalização da divulgação da loja virtual pode trazer uma economia no final das contas.

Uma pergunta que o lojista deve se fazer: será que tenho condições de administrar toda a parte de divulgação e ainda administrar a parte operacional da loja virtual? Não é mais adequado ter uma apoio profissional que administre ao menos algumas partes da divulgação?

Fazemos estes questionamentos a você sem nenhum constrangimento, não estamos oferecendo nenhum serviço de divulgação, estamos fazendo esta colocação de forma totalmente isenta,  com o único intuito de orientar e guiar o lojista a obter sucesso.

Os meios de divulgação digitais disponíveis hoje requerem um conhecimento mais técnico e mais profundo das ferramentas. O básico todos fazer, o diferencial que é o que vai destacar sua loja, depende de conhecimento.

Esperamos que o conteúdo do texto acima lhe auxilie e traga mais conhecimentos e possa ser revertido em sucesso para sua loja virtual.

Link para o Guia

Hildor Schroder

Loja Mestre Plataforma E-comemrce

Please follow and like us:
error

Monitoramento de lojas virtuais gratuito

Monitoramento de lojas virtuais gratuito

Para quem deseja monitorar seu site, ou monitorar sua loja virtual e acompanhar a estabilidade e disponibilidade do serviço, indicamos um serviço que se chama SiteIs.Online (https://siteis.online).  Este serviço monitora ou melhor testa a cada 5, 10 ou 30 minutos o seu site ou loja virtual.  O monitoramento de lojas virtuais gratuito é altamente recomendado para se ter certeza da qualidade e estabilidade do serviço.

Caso o teste apresente falha você pode ser notificado em até três e-mails, sem custo algum.

Opcionalmente você pode comprar créditos de SMS para também ser notificado por SMS no caso de falhas.

O sistema também dispõem de estatísticas de UPTIME e até mesmo botões externos de estatísticas para você colocar no seu site.

Para quem tiver interesse o endereço do site é: https://siteis.online  acesse e crie sua conta grátis.

Monitoramento de lojas virtuais gratuito

Please follow and like us:
error

Justiça proíbe o uso de nome de concorrentes no Adwords

Justiça proíbe o uso de nome de concorrentes no Adwords

A justiça de São Paulo condenou uma empresa que utiliza o nome do produto de um concorrente entre as palavras chave na campanha de adwords. Assim quando um cliente pesquisava pelo nome do produto da concorrente aparecia o anúncio da empresa “concorrente”.  Inclusive a justiça condenou a pagar multa de R$ 15 mil reais (Justiça proíbe o uso de nome de concorrentes no Adwords).

Isso abre uma jurisprudência. Esta prática é comum no mercado, alertamos a todos os clientes que tomem cuidado com isso a partir de agora. Usar nome de concorrentes ou nome de produtos registrado de concorrentes no adwords passará a ter risco de processo e multa para valer.

Origem da notícia: https://www.terra.com.br/noticias/tecnologia/canaltech/justica-proibe-o-uso-de-termos-concorrentes-em-ferramentas-de-adwords,c64b01556e1cc227eee4c4bd3562cc6ao3odkzpv.html

Justiça proíbe o uso de nome de concorrentes no Adwords

Please follow and like us:
error