Crescimento do OLX e a queda do Mercado Livre

Crescimento do OLX e a queda do Mercado Livre

O enorme crescimento do OLX e a queda do Mercado Livre, muito em decorrência das novas políticas comerciais do Mercado Livre, que empurram uma grande massa de vendedores e compradores para a OLX.

O até então líder de mercado, o Mercado Livre está adotando políticas comerciais que oneram enormemente as vendas. Com comissões na casa de 16% mais cobrança de R$ 5,00 por item vendido e preço mínimo de R$ 6,00 estão afastando inúmeros vendedores e compradores do Mercado Livre.

Em consequência disso, a Schibsted, grupo norueguês que detém 50% de participação da OLX Brasil, comemora mais um trimestre de bons resultados. A receita cresceu 6%, para US$ 565 milhões, enquanto o EBITDA cresceu 29%, para US$ 110 milhões. “O nosso desenvolvimento continuou positivo no segundo trimestre, com o melhor resultado EBITDA da história. Ao mesmo tempo, reduzimos os nossos investimentos de capital e aumentamos o nosso fluxo de caixa”, afirma o CEO da empresa Rolv Erik Ryssdal.

Ryssdal pontuou que a companhia continuou, como planejado, a crescer na divisão de Marketplaces, alcançando uma receita 16% maior do que no segundo trimestre do ano passado, com um crescimento EBITDA de 33%.

“As verticais profissionais são os nossos principais fatores de crescimento e nossos mercados-chave – França, Noruega, Espanha e Brasil – contribuíram para a conquista. Hoje, as perdas na fase de investimento diminuíram drasticamente”, conclui o CEO.

Os diretores da OLX devem estar muito satisfeitos com as políticas empregadas pelo Mercado Livre, pois com certeza muitos vendedores estão deixando de anunciar no Mercado Livre e migrando para outras plataformas como o OLX. Não é nem tanto mérito do OLX , que aliás não está dando conta de tantos acessos e esta absurdamente lento ultimamente. Penso que os clientes estão caindo no colo da OLX  por erros na estratégia do líder de mercado.  Aguardemos se o OLX irá se estruturar melhor para suportar esta demanda e aplicar regras de segurança quanto a origem dos produtos em sua plataforma.

Crescimento do OLX e a queda do Mercado Livre